Pular para o conteúdo principal

ARNICA MONTANA e a Terapia do abraço

ARNICA MONTANA e a sua Personalidade Homeopática


Sendo sem dúvida alguma uma das medicações mais utilizadas e mais conhecidas pelos amantes e profissionais da Medicina Complementar e Homeopatia a Arnica Montana, também conhecida como Tabaco das Montanhas *é popularmente utilizada em TM e TV ou extrato fluido, Homeopatia, Chás e na forma de compressas, cremes e pomadas.

As compresas com arnica/alcool estão presentes em todos os casos de queda e pancadas, torções e machucaduras de atletas...nas manchas da melancolia por conter uma ação específica sobre a circulação sanguinea. Nos inchaços e pernas doloridas a compressa também se faz presente. No interior do Brasil, especialmente no Estado de Minas Gerais e Goiás essas compressas são muito usadas para cicatrizar joelhos e cotovelos ralados pelos tombos de bicicleta e como preventivo do Tétano (uso esterno).
As pomadas e cremes são usadas de forma indiscriminadas e por vezes não se aplicam com eficácia,  especialmente quando administradas com cânfora – nesse caso seu antídoto.

Dentro da sua aplicabilidade na Homeopatia é considerada a “Erva da Queda” e ocupa o 1º lugar nos Repertório dos Primeiros Socorros.
Por ser uma planta com ação direta na circulação, previne e mantem o sangue limpo dos furúnculos, especialmente em se tratando de pessoas que apresentam o sangue muito sujo. Por esse motivo de forma popular é bastante usado nos diagnósticos de Reumatismo, especialmente por idosos onde a dor e a opressão no peito se faz forte e por serem pessoas mais susceptíveis a traumas e as insônias.

Nos traumas em que acontece as batidas de carro, para o susto repentino com paralização dos membros e golpes (COLLIN,1c).

Nas situações de trauma onde a evacuação é difícil e acaba por colocar para fora as hemorróidas.
*ervas e plantas – a medicina dos simples.
 Pe. Ivacir João Franco e profºVilson luiz Fontana/
ed.livraria vida ltda/8ª edição.
Nas interupções da menstruação por susto ou trauma, bem como após uma cesariana. Nas opressões da menopausa com calores e nas menstruções em que parece que o sangue pesou, entretanto seu uso constante mostra uma tendência a cólicas com torções severas.

Nas dores dilacerantes no corpo como se tivesse “apanhado de pau”, e nas dores extenuantes com inchaço nas pernas.
Nos estados em que a vermelhidão das pernas se junta na parte baixa indicando gota.
Pacientes com sonhos assustadores e tensos, indicando Bruxismo.

Nas insônias indicando calores na cabeça e resfriamento no corpo e em especial entre 02:00 e 03:00 da madrugada. Nesse caso a Medicina Oriental indica o horário do sono próprio para o rejuvenescimento descanso do corpo e a recomposição do Fígado em seu estado de energia vital.

Pós operatórios e qualquer tipo de cirurgia , Arnica cuida de forma eficiente da cicatrização.

Nas dores conhecidas como ciáticas e todas as suas evoluções, contusões e fraturas não espostas. Em todas as dores de coluna e musculares.
Nescessidade de ficar só  e a teimosia são clássicas.

DE MEZA, indica um calor com vermelhidão no corpo após um tombo violento.
As histerias são classificadas especialmente após notícia traumática ou visão que produza choque. Após todo e qualquer acidente.
Nas utilizações do chá (folha) é comumente usada para efeito diurético e dores renais e reumáticas, deficiencias da bexiga e afcções pulmonares. Os banhos podem ocorrer nos casos de varizes e úlceras, sempre em temperatura ambiente.


Alcool de arnica – muito usado para melhorar as dores nas pernas depois de um dia de trabalho – coloque 1 litro de alcool numa garrafa escura e em seguida adicione 1 punhado de arnica lavada e seca. Deixe protegida da luz por 24 hs e ela já está pronta para ser usada. Passe-a embebida em algodão nas pernas ou deixe cerca de 10 minutos na pele, nos joelhos e tornozelos, depois pode lavar se for sensível a ressecamento.

Quem tem a personalidade da Arnica Montana, vai sofrer demasiadamente se falarem dela.  A injúria, a calúnia e a difamação, adoecem verdadeiramente essa pessoa. As raízes dessa planta são fortes e profundas, assim sendo sua personalidade, quando se vê atingida por alguma agressão física, mental ou emocional acaba por atingir todos os níveis de medo possíveis e reage uma como a outra. (pancada física = hematoma, pancada emocional = hematoma).
São fortes e jamais acham que precisam de ajuda médica, pessoas com problemas de toque, dificuldade de abraçar e tocar, reagem em retirada, como se estivesse sendo machucada. Arnica tem medo do vento e muito medo de que a vida lhe seja arrancada (morte súbita).   
Homeopatas dos Pés Descalços

Postagens mais visitadas deste blog

IGNATIA AMARA - A CHAVE DO EQUILÍBRIO

IGNATIA AMARA  E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA
O excesso de luz cega a vista.
O excesso de som ensurdece o ouvido.
Condimentos em demais estragam o gosto.
O ímpeto das paixões perturba o coração.
A cobiça do impossível destrói a ética.
Por isso, o sábio em sua alma
Determina a medida de cada coisa.
Todas as coisas visíveis lhe são apenas
Setas que apontam para o Invisível.

(Tao-Te King, Lao-Tsé) Lao Tsé não tinha conhecimento de homeopatia, mais permeou o mundo das observações de forma intensa e clara, ajudou a dar uma nova visão ao ser humano e até hoje seja no oriente quanto no ocidente, viaja nas mentes de muitos. Ao ler seu pequeno texto a uns bons anos atrás e já com alguma bagagem de filosofia homeopática, me deparei com este, acima citado. Para mim a tradução mais poética de uma personalidade Ignácia. Homeopatas dos Pés Descalços 

Citemos Allen - "As pessoas mentalmente e fisicamente esgotados por uma dor concentrada e prolongada" (Allen) ou ainda "A alteração das condições …

GELSEMIUM - O REMÉDIO DAS GRANDES SENSIBILIDADES

PERSONALIDADES HOMEOPÁTICAS MAT. CEDIDA POR ELISA MACIEL COSTA/ESP.EM HOM/ACUPUNTURA/FITOTERAPIA

Pessoas com grandes fraquezas, com intensa prostração física e mental, chegando ao embotamento cerebral. Medo de cair e de adoecer[*] Histeria e neuroses, comoções e maus efeitos do medo, o remédio das grandes sensibilidades. Sonolencia dos estudantes, as mulheres apresentam  rouquidão durante a menstruação. Sente-se incapaz de enfrentar a vida cotidiana, Incapacidade para assumir responsabilidades, nervosismo de "ator", medo de exames dos estudantes, de aceitar novas tarefas. Evita as aflições da vida. É muito utilizado nas febres agudas ou intermitentes em que há um desejo absoluto de repouso. Na sua grande maioria apresenta ausência de sede, sem calafrios ou suores, piorando à tarde. Seu uso facilita o parto em situações de rigidez do colo uterino e alivia as cólicas menstruais muito fortes.  Apresenta fisicamente uma enorme falta de tônus muscular, torpor, lassidão e tremores, Par…

LYCOPODIUM CLAVATUM

LYCOPODIUM – o medo do conflito
Lycopodium é sem sombra de dúvida, uma das matérias médicas mais extensas dentro da homeopatia e mais interressantes também. Esse indivíduo tem as fases da sua vida bem marcadas, pois apresenta um grande estado distinto entre a infância, a idade mediana e sua idade mais avançada.
Entretanto o Lycopodium se encontra envolto pela covardia, tanto social, moral e física, o que permite ao homeopata analisar de forma cuidadosa essa personalidade, tendo em vista sua enorme capacidade de ser extrovertido, amigável e corajoso, qualidades essas opostas da sua real condição.
Por medo do conflito, Lycopodium foge covardemente.
Seu maior amor será pelo poder e com certeza irá chorar quando for homenageado. A criança Lycopodium
Quando alguém vai a sua casa o seu filho refugia-se por trás dos cortinados ou recusa-se a cumprimentar as visitas? Num primeiro contato é envergonhado? Sempre que o repreende fica com as lágrimas ao canto dos olhos? Tem medo de fantasmas e de dormi…