Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011

THUYA OCCIDENTALIS - A filha do meio

Sabbatia angularis - Uma amiga contra a Malária

Sabbatia angularis /Chironia centuary angularis. Centaury americano - 'angularis Sabbatia  Uma amiga contra a Malária – Maleita. 
Seu uso é indicativo de tintura mãe.


Um valioso remédio para as febres periódicas e próprias do outono. É uma bela planta anual que cresce de forma abundante  no Médio Oriente e Estados do Sul, e cada parte dela é um medicamento pelos nativos das regiões. No caso da tintura é mais utilizada as flores. O gosto é amargo, mais pouco se sabe além do descrito por  Brickmann. É uma planta com um gosto amargo sem produzir náuseas ou enjôo e de pouco poder aromático. Alguns artigos a comparam e lhe dão vantagens sobre a Cinchona Officinalis ou Casca peruana como é conhecida.  A Sabbatia tem a facilidade de ser empregada com sucesso em todas as fases das doenças a que se aplica e sua maior e mais famosa aplicação é no combate a Maleita ou Malária. Segundo o Dr. Comfort - O modo usual de prescrição é de forte infusão, que é dirigido a serem tomadas, sem muita limitaçã…

SALIX ALBA E SALIX NIGRA - UMA MESMA FAMÍLIA, DUAS PERSONALIDADES

SALIX ALBA / A mãe da aspirina.
Aqui falamos do salgueiro branco e sua tintura mãe. Seu uso maior se dá nas convalescências demoradas, prolongadas. Nas febres intermitentes onde o aparelho digestivo fica lento e fraco.
O uso dessa tintura é contra indicado para quem problemas com aspirina/acido acetil salicínico
O salgueiro “alvar” ou salgueiro branco como é conhecido, tem como um dos principais princípios ativos a salicina e a saligenina, que possuem identidade química incontestável com o ácido salicílico. 
Assim sendo usar o salgueiro para as febres sempre fez sentido para a medicina popular. 
As ações mais importantes da salicina são como analgésico, antipirético e antiinflamatório, provavelmente por bloqueio da produção de prostaglandinas, substâncias que exercem um papel fundamental na dor, além de permitir também um controle da hiperexcitabilidade nervosa. A salicina também é útil no tratamento das cólicas, principalmente, daquelas que se originam por uma liberação de prostaglandi…

SAMBUCUS NIGRA – EM BUSCA DA PAZ

SAMBUCUS NIGRA E A SUA PERSONALIDADE HOMEOPÁTICA (Pesquisa Prática e Literatura) Mat. Ced. Elisa M. Costa

Lev Búlgaro
Eis uma medicação um tanto quanto esquecida e de uma personalidade maravilhosa. Desprezado por muitos homeopatas, talvez por falta de maiores informações, essa personalidade se encontra mais nas regiões mais simples, afastadas dos grandes centros. Possui uma religiosidade a flor da pele e pode ser a princípio facilmente confundida. Homeopatas mais antigos como o Dr. Jousset, descrito por Nilo Cairo, faziam referencias bem marcantes sobre essa medicação. O Dr. A Brickmann o descreve com grande propriedade.
Assim encontramos Sambucus na literatura homeopática para uso comum - Sambucus nigra.


Crianças de peito com coriza seca ou úmida e nariz entupido. Laringismo estridente, espasmos da glote: a criança acorda de repente, sufocada, inspira o ar, mas parece não poder expirar. Sarampo.





Comecemos por identificá-la melhor. Sambucus vem do sabugueiro, ou seja, pode também ser chamado…

SABINA - uma aliada das mulheres